Colabore com reportagens exclusivas, sendo um Sócio-Patrocinador do site O MANGUE. Escolha sua opção de Assinatura On-Line, ou, se preferir, deposite qualquer valor em nome de Bruno de Almeida Silva, Agência 0183, Conta 121454-1, Caixa Econômica Federal. O Jornalismo Local e Independente agradece!

ESCOLAS ESTADUAIS FAZEM CHAMADA PÚBLICA PARA AGRICULTURA FAMILIAR

Desde o dia 7, até 27 de abril está acontecendo a Chamada Pública para agricultores familiares poderem fornecer seus produtos às escolas estaduais no Rio de Janeiro. Uma das exigências é que eles estejam organizados em associações ou cooperativas. A verba mensal destinada é do Programa Nacional de Alimentação Escolar – PNAE. As escolas têm 30% dessa verba depositada em conta para atender a este demanda.

A diretora do Colégio Estadual de Magé, Valéria Moraes, faz um apelo para que os produtores mageenses apareçam:

— Tomate, alface, laranja, banana, essa é uma oportunidade que o governo federal dá ao pequeno agricultor. Ano passado só tivemos oportunidade com agricultor de Cachoeira de Macacu. A pessoa conseguia produzir o suficiente pra atender quase a totalidade das escolas na região, que são 26. Mas seria interessante se fosse alguém de perto da comunidade. É montado um contrato com a escola, eu lanço toda a informação, tenho que lançar uma tabela de produtos que eles vão me apresentar com o preço, enfim. Basicamente, a associação precisa ter a razão social, um CNPJ — explica Valéria.

A inscrição à Chamada Pública se dá através das Diretorias Regionais da Secretaria de Estado de Educação. No caso de Magé e Guapimirim, os interessados devem procurar a Serrana I, cuja sede fica em Petrópolis. Os telefones são: (24) 2247-4966 (24) 2249-6931 e (24) 2249-6927.

Foto: A diretora do Estadual, Valéria Moraes

DEIXE UMA RESPOSTA