Colabore com reportagens exclusivas, sendo um Sócio-Patrocinador do site O MANGUE. Escolha sua opção de Assinatura On-Line, ou, se preferir, deposite qualquer valor em nome de Bruno de Almeida Silva, Agência 0183, Conta 121454-1, Caixa Econômica Federal. O Jornalismo Local e Independente agradece!

Imbel derruba parte de Prédio Histórico para atender a “normas técnicas”

O local fica no Pç. Mal. Angelo M. de Morais, s/nº, no entorno do Caminho do Ouro, lugar por onde passavam escravos e a família real

As redes sociais dos mageenses amanheceram hoje com fotos da fachada da Indústria de Material Bélico do Brasil — Imbel, em Vila Inhomirim, jogada ao chão. Não demorou para que muitos se lamentassem com o “descaso para com nosso Patrimônio Histórico”, já que o local é reconhecido por ser a Primeira Fábrica de Pólvoras do Brasil, quando esta veio transferida do Rio de Janeiro em 1824, tendo portanto hoje 193 anos.

De acordo com o setor de Ouvidoria da Imbel em Brasília, o prédio não consta na relação de Bens Tombados pelo IPHAN (Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional), nem por nenhum outro órgão, sendo portanto legal a demolição do “frontispício”; e necessária para atender a uma obra de adequação.

Segue a nota enviada à reportagem de OMANGUE pelo assessor Marcelo Muniz Costa: “A obra no frontispício da Fábrica visa atender às normas técnicas de segurança, permitindo a entrada na fábrica de qualquer tipo de veículo de carga. Antes, havia uma laje que limitava o ingresso de veículos altos e pesados, obrigando, no caso de acesso de veículos mais altos, o transbordo da carga para veículos menores. Isso implicava atrasos no embarque/desembarque de insumos e/ou produtos, além de encarecer a operação”.

IPHAN: Nenhum Bem Tombado em Magé

Por telefone, o assessor ainda acrescentou que não houve erro algum na ação, como teria sugerido um vizinho da Fábrica, que diz ter testemunhado o derrubamento.

— A laje estava sustentada por uma coluna lateral, não tinha como mexer sem derrubar tudo — explica Marcelo.

Em tempo: este é o link dos Bens Tombados pelo IPHAN no Brasil:  http://portal.iphan.gov.br/uploads/ckfinder/arquivos/2016-11-25_Lista_Bens_Tombados.pdf. Como se pode ver, a “Sede Social da Real Fábrica de Pólvora da Estrela” consta apenas como “Instrução”, e não “Tombado”. Do IPHAN, ainda não houve resposta quanto ao caso.  Um detalhe: na relação do IPHAN, não consta nenhum Bem Tombado em Magé, município com 452 anos.

O local consta como “INSTRUÇÃO” na relação do IPHAN. Outros patrimônios tidos por muitos mageenses como “TOMBADOS”, na verdade tiveram seu processo “INDEFERIDO”

DEIXE UMA RESPOSTA