Colabore com reportagens exclusivas, sendo um Sócio-Patrocinador do site O MANGUE. Escolha sua opção de Assinatura On-Line, ou, se preferir, deposite qualquer valor em nome de Bruno de Almeida Silva, Agência 0183, Conta 121454-1, Caixa Econômica Federal. O Jornalismo Local e Independente agradece!

MAGÉ PERDE EM CASA PARA O TANGUÁ E ESTÁ FORA DO SUB-17 DA FFERJ

As seleções de Magé e Tanguá se enfrentaram na tarde do último sábado no campo do Bonfim, pela final da fase regional do campeonato amador Sub-17 da Fferj – Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro. O empate em 1 x 1 no tempo regulamentar levou a decisão para o pênaltis, e a vitória ficou com Tanguá por 4 x 2 (5 x 3 o resultado final). O jogo da ida, no dia 11, havia terminado em 0 x 0.

Os gols no tempo normal, ambos na segunda etapa, também foram de pênaltis. Os visitantes, atacando menos mas chegando com mais precisão e consciência tática, abriram o placar aos 15 minutos com o camisa 20 Júlio (que entrara no lugar de Guilherme). Aos 28 minutos, foi a vez de Gugu, camisa 10, estufar a rede.

IMG_1805
Seleção de Magé antes da rodada dos pênaltis: Braian e Marcos desperdiçaram

Cuspida ou xingamento?

Na comemoração, Gugu estufou também o peito e foi até a torcida tanguaense dizer para alguém: “você é um merda, quem manda aqui é a gente”. Segundo muitos presentes, ele ainda cuspiu no rosto de uma pessoa, coisa que poderia custar-lhe uma expulsão se o juiz não tivesse amenizado. Mas foi o suficiente para o tempo fechar.

Com a confusão formada, a torcida de Magé chegou junto pra intimidar, as duas ligas entraram em campo, trocaram ofensas, e a Liga de Tanguá ameaçou tirar o time da competição ao perceber que não havia policiamento no local. Mas como o regulamento diz que vale a presença da guarda municipal, e ali estava uma viatura com dois agentes de trânsito, a questão foi amenizada e o jogo retornou com mais chances para Magé. Que não soube aproveitar…

IMG_1753
Gugu fazendo o gol e saindo para comemo,…ooops, provocar!
IMG_1764
Com a confusão armada por Gugu, jogadores e torcida do Tanguá sentiram-se ameaçados pela torcida e time do Magé. De camisa laranja, o técnico do Tanguá fez uma leitura do seu jogo: “tentamos explorar os contraataques”

Outro bafafá foi quando o juiz apitou o fim do jogo os 46 minutos sem avisar com antecedência quanto tempo daria de acréscimo. A comissão de Magé não gostou, entrou em campo novamente, um jogador encosta no juiz e quase é expulso. Aliás, o massagista de Magé, Cléber, já havia sido expulso quando foi atender a um jogador, e isso tudo, somado aos gritos e reclamações da comissão técnica a beira do gramado (direcionadas não só contra o time mas contra a arbitragem), só fez refletir o nervosismo com o qual o time da casa se comportou durante todo o tempo, ao passo em que a comissão de Tanguá esteve tranquila, com o técnico inclusive passando poucas instruções aos jogadores.

Liga vai à Prefeitura

A derrota se deu justamente na semana em que a Liga Mageense de Desportos, através do presidente Nílson e o diretor Marco, foi ao gabinete do prefeito Nestor Vidal (PMDB) pedir o “apoio e incentivo à seleção”. Na ocasião o prefeito demonstrou-se muito solícito; e esteve presente também o vereador Joelson do Saco (PPS). Mas um nome importante na Liga, o vice-presidente Ramon, não só não compareceu à ocasião, como através de sua conta no Facebook parece ter repudiado o encontro: “seleção de magé nota 10! prefeito de magé nota 0 !”, e “se eu ver esse cara passando do lado da rua eu atravesso par o outro lado dele quero distância”, escreveu ele.

11742682_872092002865765_4631792101455075223_n
Nilson, o presidente da Liga; Marco, o coordenador; prefeito Nestor; e vereador Joelson: parcerias futuras?

Ramon, que também faz as vezes de técnico da seleção junto com Tizil, aproveitou o intervalo para comentar a entrevista dada pelo ex-técnico Marquinhos, na qual é citado pelo mesmo:

— Ele falou aquilo tudo e agora já está fora do clube lá de Caxias porque brigou lá. E saiu da Liga Mageense porque inscreveu um jogador que não podia ter inscrito.

E tem mais:

 — Aqui não é o meu time que está disputando, é a seleção do município. Então a Liga foi até o prefeito essa semana, acho até que ele deu uma força aí, mas… ano que vem tem mais, e eu espero que, independente de quem vai estar na Liga, esteja junto com os garotos. Hoje tivemos que pagar um médico, porque é sempre essa incerteza se vem uma ambulância, se não vem, você manda um ofício e não tem retorno, é complicado. Se não tivéssemos contratado o fisioterapeuta Hélio Barreto, ou se em cima da hora não aparecesse essa ambulância da Federação, tomaríamos um WO. As pessoas comentam, cada um tem uma forma de pensar, mas a verdade é que se não fosse a ajuda do vereador Rafael Tubarão, tudo estaria muito pior. Em relação ao jogo, não digo nem que foi loteria, é questão de competência mesmo que nós não tivemos. O time deles foi melhor, parabéns pra eles — reconhece Ramon.

IMG_1732
Ramon é o vice-presidente da Liga Mageense, e passa instruções como técnico aos jogadores, durante o jogo e nos intervalos

Tanguá segue adiante

Esta foi a primeira vez em um campeonato amador da Fferj em que foram entregues as medalhas em campo para um time campeão de uma das fases. Em outras feitas, a premiação era dada na própria sede da entidade. Pelo calendário, até o final deste mês tem que ter havido as finais das dez regionais, e haverá um arbitral em agosto, no qual serão sorteadas as chaves entre esses campeões e mais o campeão da capital, dando sequência a fase estadual do campeonato.

IMG_1748
O goleiro de Magé, Caíque, cumpria seu estranho ritual de apertar a mão dos jogadores do Tanguá antes deles baterem os pênaltis. Até que um se recusou, Caíque falou-lhe uma besteira, e tomou o gol e o cartão amarelo

O adversário anterior do Tanguá foi o Itaboraí. O time perdeu o primeiro jogo em casa por 2 x 0 e ganhou na casa do adversário por 4 x 1. As tabelas e toda informação acerca do campeonato pode ser acessada no próprio site da Fferj. Assista abaixo ao vídeo onde o presidente da Liga de Tanguá, Adalto Jesus, fala aos seus jogadores após a vitória.

FICHA TÉCNICA

Magé: Caíque, Chácara, Curtinho, Jeferson Nascimento, Alan Campos, Victor Jesus, Braian, Leo, Lucas Nunes, Gugu, Ian. Técnico: Tizil

Tanguá: Patrik, Hudson, Fábio, Ezinho, João, Pelé, Igor, Jakson, Caio (Matheus Conceição), Matheus Gonçalves, Guilherme (Júlio). Técnico: Maurício Chico

ARBITRAGEM

Uberlan Vasconcelos, Douglas Pimentel, Jean Carlos, Adriano Vieira

CARTÃO AMARELO

Magé: Jeferson, Leo, Gugu, Chácara, Caíque, Cléber (massagista)

Tanguá: Matheus, João, Fábio                

Gols

Magé: Gugu (duas vezes), Alex

Tanguá: Júlio (duas vezes), Igor, Ezinho, Fábio

DEIXE UMA RESPOSTA